Criminalização de movimentos e lideranças

Violências sofridas pelas mulheres pelo seu papel de liderança. As violações são praticadas não só órgãos estatais, como a Polícia Federal, e fazendeiros, mas os próprios caciques das aldeias. Perseguições pessoais e institucionais, tentativas de sequestro, ameaças de morte e tentativas de criminalizar ações e apoios recebidos pelos povos indígenas.